Responsive Ad Slot

Anuncie

Conheça o DJ Metaleiro, músico de Florianópolis que mistura mega funk com guitarras do heavy metal

sexta-feira, 27 de maio de 2022

/ por Grupo ABDA

 

O músico catarinense Calone Hoffmann, conhecido na internet como DJ Metaleiro, decidiu unir as batidas de mega funk com os acordes pesados do rock há alguns anos e, desde então, tem chamado a atenção nas redes sociais. Natural de Florianópolis, o artista reúne no canal do Youtube mais de 500 mil inscritos.


Já no Instagram do Metaleiro, os seguidores escolhem, toda semana, músicas para serem remixadas por ele. Com as modificações, feitas em um estúdio de casa, bandas de rock passam a ter batidas de funk e produções pop ganham efeitos pesados do metal.

O musico afirma que o trabalho, que presa pelo bom-humor, começou há cerca de 11 anos.
"Tudo começou em 2011, quando passei a transformar músicas populares, dando uma nova roupagem às canções, inserindo guitarras pesadas, ritmos acelerados e berros no lugar dos vocais", comenta o artista.

De acordo com Calone, os seguidores começaram a aparecer com mais frequência em 2013, quando o catarinense lançou versões pesadas da música "Show das Poderosas", da Anitta, e de "Quadradinho de 8". Encontrou ali um nicho para seguir.

Em uma das publicações mais recentes, feita na quarta-feira (18), ele mostrou a versão de uma música da banda Lacuna Coil, de metal gótico, com elementos de mega funk. Nos comentários, há elogios e sugestões de novas mixagens. "Saiu o que eu queria", comentou um seguidor. "Que fantástico! Você é talento PURO! Obrigada por te atendido meu pedido! Que trabalho espetacular!", disse outra pessoa.
'Bonde do Metaleiro' e as autorais


O sucesso das paródias e dos remixes abriu portas para seguir com a carreira autoral, que também tem como eixo central a mistura de elementos musicais e letras divertidas.

Em 2022, o músico lançou o terceiro álbum de estúdio, o Baile do Metal, com guitarras distorcidas e "ritmo envolvente", como ele se refere às batidas compassadas do gênero carioca. A produção faz parte do projeto paralelo do personagem, a banda Bonde do Metaleiro.

As músicas, no entanto, enfrentam certa resistência, segundo Calone, do público considerado mais tradicional. Ele acredita que é porque os dois gêneros tem propostas diferentes.

"Normalmente o rock/metal aborda assuntos mais sérios da nossa sociedade. Já o funk é conhecido por temas de festas e agitos. Eu particularmente não curto letras que alimentam o patriarcado e que apelam demais a 'baixaria', mas não tenho nada contra o ritmo e os passinhos, acho divertido e contagiante", comenta.

Calone antecipa que o próximo trabalho em estúdio será composto por versões metal de músicas de outros artistas, que serão escolhidas pelo público.

Uma delas foi lançada em fevereiro deste ano. A produção, chamada de Avenged Sevenfunk, faz referência ao sucesso de uma banda de heavy metal dos Estados Unidos.

Ligação com a música e vida na internet. Calone explica que a ligação com a música é antiga e que sempre gostou de misturar gêneros. Na internet, descobriu um nicho a seguir.

"Em 2004, aprendi a tocar bateria e enquanto os instrumentos dos amigos ficavam parados, aprendi a tocar guitarra e baixo. Em 2008 comecei a praticar vocais, cantei em bandas covers como System of a Down, Papa Roach, Mamonas Assassinas e iniciei estudos de produção musical", comenta.

Ele conta, no entanto, que o desejo de criar algo novo surgiu mesmo em 2010, enquanto participava de blog de humor com um amigo, o "Mamilos Molengas", que terminou em 2015. "Foi nesse momento que nasceu o 'Metaleiro', nome pelo qual fiquei conhecido na internet", afirma.

G1

Nenhum comentário

Postar um comentário

Leia Também
© Du Pessoa Serviços Digitais 73 9 8888 1488.